fbpx

Vai às compras? Prepare-se para pagar pelos sacos!

Sabia que desde a passada quinta-feira, dia 1 de julho, já não é possível ir às compras e trazer os produtos em sacos oferecidos pelo comerciante? O consumidor passa ainda a poder utilizar os próprios recipientes para take-away ou na compra de produtos a granel.
Prepare-se para pagar pelos sacos
Autora: Patrícia Covita

Autora: Patrícia Covita

Mestre em Economia

 No dia 1 de julho entrou em vigor o decreto lei n.º 102-D/2020 aprovado pelo Conselho de Ministros e promulgado pelo Presidente da República em dezembro de 2020, sobre o regime geral da gestão de resíduos. A pandemia de Covid-19 adiou a sua aplicação por duas vezes, no entanto desde 1 de julho de 2021 entraram algumas medidas em vigor. Este decreto lei vem transpor uma diretiva da União Europeia que prevê a aplicação de várias medidas na área de gestão de resíduos até 2026.

Na prática desde 1 de julho de 2021 entrou o seguinte em vigor:

  • O consumidor passa a ter acesso gratuito a água da rede pública e servida em copos reutilizáveis;
  • Nas áreas de venda de produtos a granel (frutas, legumes, pão, charcutaria, talho, peixaria, etc.), o consumidor passa a poder usar as suas próprias embalagens e recipientes, desde que adequadas para armazenamento e transporte do produto;
  • O consumidor passa a poder utilizar as suas próprias embalagens e recipientes para take away;
  • Passa a ser “proibida a disponibilização gratuita de sacos de caixa, isto é, sacos com ou sem pega, incluindo bolsas e cartuchos, feitos de qualquer material, que são destinados a enchimento no ponto de venda para acondicionamento ou transporte de produtos para ou pelo consumidor, com exceção dos que se destinam a enchimento no ponto de venda de produtos a granel”. Estes sacos podem continuar a ser disponibilizados, mas mediante um custo.
  • Nas áreas para venda de embalagens reutilizáveis e produtos a granel, as grandes superfícies comerciais que disponibilizem bebidas em embalagens não reutilizáveis devem também as disponibilizas em embalagens reutilizáveis sempre que exista essa oferta no mercado, no mesmo formato ou capacidade;

Há ainda um diploma que vai proibir a colocação no mercado de produtos de plástico de uso único, mas ainda não foi aprovado. Em entrevista ao ECO, a Secretária de Estado do Ambiente Inês dos Santos Costa afirma que “a partir desse momento passará a ser proibida a colocação no mercado destes produtos, mas não a sua comercialização. Significa que não podem ser colocados mais destes produtos para venda grossista, haverá é um escoamento do stock que já existe até desaparecer por completo, porque não vamos pegar nele e metê-lo no aterro. Os produtos vão continuar a existir, mas a oferta vai ser estancada, vai ser fechada a torneira a montante”.

Relativamente às embalagens de take away a Secretária de Estado diz que “não estamos ainda, neste momento, a falar de embalagens de take away. Neste campo, o Ministério do Ambiente apoia e entende que têm de ser fomentados sistemas de embalagens reutilizáveis, como já existem em muitos outros Estados-Membros europeus. Há muitas startups e empresas que estão a apostar em sistemas de embalagens reutilizáveis, não só no take away mas em supermercados, como a Loop, por exemplo, que está a testar com a Burger King e outras cadeias de fast food a utilização destas embalagens, tal como com cadeias com o Carrefour. São embalagens que o cliente enche, leva para casa e depois devolve. Em Espanha também já há exemplos. Através do Fundo Ambiental queremos incentivar este tipo de sistemas para que rapidamente exista essa possibilidade. Tal como vai passar a ser possível os consumidores irem a um take away ou a um supermercado e levar a sua própria embalagem. Em sede de Orçamento de Estado foi também negociada uma medida que dita que as embalagens de take away vão passar a pagar uma taxa a partir de 1 de janeiro de 2022, que vai reverter para o Fundo Ambiental.”.

Pub

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recomendado Para si

OFERTAS DE EMPREGO

Pub

Disponível no Google Play

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

1111

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

2222

Partilhe as suas ideias, dicas ou opiniões…

Ajude-nos a fazer um trabalho cada vez melhor!

33

Colabore com o Felgueiras Magazine

Gosta de escrever, ou de fotografia ou de vídeo...

44

Anuncie no Felgueiras Magazine

Para além de promover a sua empresa, ajuda este projeto, feito por felgueirenses para Felgueiras!

felgueiras magazine Logo

pub

O SEU NEGÓCIO MERECE UMA LOJA ONLINE!

Somos uma divisão do Felgueiras Magazine. Marketing Digital é o que fazemos: seja uma loja online, um site, um logo ou gestão de redes sociais.

Confie no Felgueiras Magazine e visite-nos em https://web.felgueirasmagazine.pt

Pub