fbpx

Pub

o seu negócio merece uma loja online (2)

José Campos: entre bombeiros e Assembleia Municipal, são quatro décadas de serviço público

O Felgueiras Magazine conversou com José Campos, presidente da Assembleia Municipal de Felgueiras. Aos 72 anos, é um exemplo de dedicação e serviço à sua cidade, ao concelho de Felgueiras e à região.
José Campos PAM

José Campos reside na cidade da Lixa, e é professor aposentado do Ensino Secundário. Atualmente, para além de presidente da Assembleia Municipal de Felgueiras, lidera também a Assembleia Intermunicipal da CIM Tâmega e Sousa e preside à Casa do Povo da Lixa.

O seu percurso político é marcado por uma série de mandatos como vereador da Câmara de Felgueiras, alternando entre funções de Não Permanência e Permanência ao longo das décadas. O seu primeiro mandato remonta a 1983.

A ligação de José Campos aos bombeiros é reconhecida por todos. É Comandante Quadro de Honra dos Bombeiros da Bombeiros Voluntários da Lixa e dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras.

O reconhecimento do seu trabalho e do seu caráter é evidenciado pelas várias condecorações que recebeu, incluindo: FÉNIX de Honra da Liga dos Bombeiros Portugueses, atribuído em 2016; CRACHÁ de Cidadania e Mérito da Liga dos Bombeiros Portugueses, atribuído em 2019; e MEDALHA de OURO do Concelho de Felgueiras (Cidadão de Honra do Concelho), atribuído em 2019.

Felgueiras Magazine – Nas várias funções públicas que desempenhou, qual foi mais desafiante e qual a que mais gostou, pessoalmente, de desempenhar?

José Campos – Antes de responder às suas perguntas, permita-me agradecer-lhe a atenção tida para comigo, na qualidade de presidente da Assembleia Municipal, sobretudo por ter sido, até hoje, o único Órgão de Comunicação concelhio que o tem feito, e que demonstra o respeito e consideração, não só para comigo, mas também pela Assembleia Municipal.

Foram várias as funções por mim desempenhadas ao longo da minha vida. Todas elas foram sempre muito desafiantes tendo em conta os vários domínios de ação e de atuação. Duma forma geral todas elas, como costumo dizer, me deram gozo, prazer e felicidade, e quando não deram, saí tendo em conta a forma gratuita “pró-bono” como sempre as desempenhei.

Mas, sinceramente, a mais desafiante foi a que desempenhei, voluntariamente, como Bombeiro, 2º Comandante e Comandante durante 38 anos nos Bombeiros da Lixa. Isso levando em conta não só a diversidade dos elementos que compõem o Corpo de Bombeiros e o extrato social de onde advêm, mas também a formação académica que possuem. É essencial manter um Corpo de Bombeiros coeso, responsável, empenhado, bem-formado e sempre pronto para responder com prontidão, eficiência e eficácia às adversidades de uma comunidade cada vez mais exigente e, muitas vezes, pouco reconhecedora para com aqueles que se disponibilizam voluntariamente para servi-la.

Foi mais de metade da minha vida dedicada a esta missão/função, com sacrifício da família também, mas valeu a pena, tendo em conta o reconhecimento que recebi por parte da Câmara Municipal. Na Gala de Honra dedicada aos Bombeiros do Concelho, culminou com a atribuição da medalha de Honra do Concelho, conferindo-me o título de “Cidadão do Concelho de Felgueiras”. Isso foi para mim uma surpresa, mas também, e sobretudo, uma honra.

Quanto às demais funções, sendo todas elas desafiantes, deram-me muito gozo e prazer, pois a minha “marca” ficou, como comprovo sempre que me cruzo, no concelho, no país e até no estrangeiro, com pessoas que ajudei a concretizar alguns sonhos ou projetos marcantes na vida de cada um, e que a mim recorreram para os ajudar. No que respeita à minha vida profissional, a mais desafiante foi o prazer que me deu ser professor, atividade iniciada em 1970, de imensos alunos e alunas, que, sempre que nos encontramos, me tratam ainda com muito apreço e carinho.

 

Quais foram os maiores desafios que encontrou desde que assumiu o cargo de presidente da Assembleia Municipal, há cerca de 6 anos?

O mais desafiante foi, é e será, até ao fim do mandato, tentar credibilizar este Órgão do Poder Local como o mais importante do Município e independente, junto dos demais Órgãos do Poder Local e de todos os munícipes. No entanto, tal só é possível com o empenho e colaboração de todos os elementos que compõem a Assembleia Municipal, assim como dos agentes e responsáveis políticos dos partidos ou agrupamentos políticos ocasionais, o que nem sempre é fácil.

José Campos

Que iniciativas ou projetos que considera marcos importantes da sua presidência?

Talvez não seja a pessoa mais indicada para falar sobre esse assunto. Todavia, acho que devo destacar as melhorias introduzidas no Regimento de funcionamento da Assembleia. Aprovadas e propostas pela Comissão Permanente, essas melhorias, que contaram com sugestões de elementos da Assembleia, foram aprovadas por unanimidade. Permitiram a transmissão em imagem das sessões em direto, aproximando, desta forma, mais os cidadãos dos seus eleitos, quer da Assembleia, quer da Câmara Municipal. Destaca-se também a passagem para a intervenção dos Munícipes para o fim do período de antes da Ordem do Dia, evitando que estes só interviessem no final das sessões, muitas vezes a desoras. Tudo isto se soma às transmissões radiofónicas levadas a cabo pela rádio local. Há ainda uma outra iniciativa em desenvolvimento referente à publicação de uma breve história sobre as Assembleias Municipais e os respetivos protagonistas que delas fizeram parte desde a instituição destas no nosso Município.

 

A transmissão em vídeo das reuniões da Assembleia Municipal é importante, até para aproximar os eleitos da população?

Claro que são. Se não fossem, certamente que a assembleia não as teria aprovado. No entanto, é meu entendimento que devemos todos ter muito cuidado neste particular, porque o público que nos escuta e, sobretudo, vê, não pode ficar com a ideia de que a Assembleia Municipal é um local ou palco de vaidades, onde alguns se pretendem mostrar para colher frutos ou alcançar outros patamares. A Assembleia deve ser vista por todos como o local de eleição da discussão política e das ações políticas para o concelho. As intervenções devem ser respeitadoras, respeitosas e feitas com elevação, para aproximarmos os munícipes da política, e agora ainda com mais parcimónia, face às transmissões.

 

No próximo ano, comemoraremos o cinquentenário da Revolução do 25 de Abril. Felgueiras vai assinalar esta data de alguma forma especial? Poderia antecipar algum detalhe dos planos?

É meu entendimento que essa comemoração deve ser protagonizada mais pelo Executivo, o que certamente irá acontecer. Mas é óbvio que a Assembleia Municipal, também, no âmbito da sua independência e em articulação com o Executivo, terá o seu programa de ação para essa comemoração. Tal ação ou ações serão primeiramente aprovadas em reunião da Comissão Permanente e, posteriormente, dadas a conhecer em sessão da Assembleia Municipal.

Como vê o desenvolvimento de Felgueiras? Quais as áreas que devemos ter mais atenção?

Costumo dizer que sou de um tempo em que, quando iniciei no Município as minhas funções de Vereador em Regime de Não Permanência, nos idos anos de 1983, postado nas escadas do Edifício Municipal acompanhado de um munícipe de Felgueiras, que pertenceu à Assembleia Municipal, me indicou a hoje Avenida Dr. Leonardo Coimbra, ainda em terra batida e incompleta. Disse-me: ‘Vê esta Avenida? Sete Presidentes a prometeram e ainda está assim! Espero que tenham a coragem para a concluírem.’ Pois bem, a Avenida foi concluída, com aspetos positivos e menos positivos, é certo, mas serviu de foco de desenvolvimento do Município, concordem ou não com tudo. Mas, se quisermos ser justos, comparemos fotografias dos vários momentos de Felgueiras e subamos ao Monte de Santa Quitéria, ‘O Monte das Maravilhas’, como lhe chamava o saudoso presidente dr. Machado de Matos, e vejamos o que a nossa vista alcança. Algumas coisas podiam ser diferentes, mas é preciso ver as circunstâncias em que foram feitas e os tempos de hoje. A verdade é que se vê desenvolvimento e crescimento.

 

Como imagina o futuro de Felgueiras, daqui a 10 ou 15 anos?

Conhecendo, como julgo conhecer, a capacidade dos nossos empresários, comerciantes, agricultores e demais agentes de outros setores de atividade, bem como a capacidade de adaptação e ultrapassagem de muitas dificuldades que tiveram de superar para acompanharem as exigências dos negócios, aliada à capacidade laboral dos trabalhadores felgueirenses, acho que o futuro será bom e positivo. Tudo isto terá também de contar com ações e intervenções por parte deste Executivo Municipal, e dos futuros, que nos façam prosperar. As estratégias que vêm sendo delineadas, e outras que estão perspetivadas pelo Executivo, e até algumas previstas no âmbito do Plano Diretor Municipal, dão-nos um pouco essa esperança de crescimento, em áreas diversas daquela que é hoje mais marcante no Município.

Se a isto acrescentarmos o que será o futuro da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, e a fixação de mais alunos e trabalhadores que terão necessidade de alojamento, juntando-se à escassez de alojamento que se sente, temos aqui mais uma área de intervenção muito importante que nos leva a concluir que podemos pensar num futuro promissor e positivo.

É óbvio que não compete ao Executivo fazer ou substituir-se a quem quer que seja. Outrossim, compete-lhe proporcionar condições aos nossos empreendedores para que possam investir com rapidez, evitando alguns constrangimentos aquando dos momentos de licenciamentos solicitados, que muitas vezes levam ao desânimo. O progresso de Felgueiras, e o seu futuro, dependem de todos nós que gostamos desta Terra laboriosa e acolhedora. Face ao descrito, tenho esperança de que o futuro será bom e, por via disso, seremos mais felizes em Felgueiras.

Facebook
Email
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Recomendado Para si

OFERTAS DE EMPREGO

No Content Available

Pub

Breves de Felgueiras

Disponível no Google Play

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

1111

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

2222

Partilhe as suas ideias, dicas ou opiniões…

Ajude-nos a fazer um trabalho cada vez melhor!

33

Colabore com o Felgueiras Magazine

Gosta de escrever, ou de fotografia ou de vídeo...

44

Anuncie no Felgueiras Magazine

Para além de promover a sua empresa, ajuda este projeto, feito por felgueirenses para Felgueiras!

felgueiras magazine Logo

Pub

Sabia que o Felgueiras Magazine tem um departamento de Marketing Digital?

– Criamos o seu site ou Loja Online com Design Inovador
– Gestão de Redes Sociais para Ampliar Seu Alcance
– SEO para Posicionar Sua Marca no Google
– Design Gráfico Criativo que Capta Atenção
– Vídeo e Fotografia para Histórias Memoráveis

Pub

Sabia que o Felgueiras Magazine tem um departamento de Marketing Digital?

– Criamos o seu site ou Loja Online com Design Inovador
– Gestão de Redes Sociais para Ampliar Seu Alcance
– SEO para Posicionar Sua Marca no Google
– Design Gráfico Criativo que Capta Atenção
– Vídeo e Fotografia para Histórias Memoráveis