fbpx

Pub

o seu negócio merece uma loja online (2)

Fábrica de calçado despede 130 trabalhadores

Ara aponta reajustamentos estruturais e contexto económico difícil como motivos para a redução de 130 postos de trabalho na fábrica em Seia.
Ara

A fábrica de calçado da Ara, em Seia, um dos principais empregadores da região, comunicou na sexta-feira o despedimento de 130 trabalhadores, numa decisão influenciada pela crise no mercado europeu e os efeitos prolongados da guerra na Ucrânia. A notícia, divulgada pelo jornal Seia Digital, sublinha a série de reajustamentos operacionais e estratégicos que a empresa tem vindo a implementar face às adversidades económicas.

Segundo o Seia Digital, a ARA tem implementado diversos ajustes operacionais nos últimos tempos. Iniciou com o encerramento do departamento responsável pela fabricação de solas e pela pintura. A seguir, houve uma dispensa do pessoal na secção de montagem. Adicionalmente, cerca de 200 colaboradores ficaram em casa durante dois meses, à espera de novas encomendas que não se concretizaram.

A administração justifica o despedimento coletivo aos funcionários com a necessidade de adaptar a estrutura da empresa a um “contexto único”, marcado pela contração no consumo de calçado nos principais mercados de exportação – Alemanha, França e Áustria – e pelo bloqueio das vendas para a Rússia, até então um mercado significativo para a Ara Shoes, agora inacessível devido às sanções internacionais.

A comunicação aos trabalhadores destacou que a reorganização responde a “motivos de natureza tecnológica e estrutural”, inseridos num panorama de diminuição das expectativas de venda e de produção, especialmente sentidas na sede da empresa na Alemanha. Este cenário obrigou a uma paragem na produção nos meses de fevereiro e março, com uma retoma limitada prevista apenas para abril, sob capacidade reduzida.

O Seia Digital avança ainda que a seleção dos colaboradores a despedir baseou-se em critérios como a versatilidade, o nível de absentismo e o conteúdo funcional, além de terem sido consideradas as situações pessoais e familiares, visando minimizar o impacto financeiro e pessoal dos afetados. Este processo de despedimento coletivo, segundo a Ara, visa a reorganização da capacidade produtiva da unidade de Seia, garantindo a sustentabilidade dos postos de trabalho remanescentes e a competitividade da empresa no mercado internacional.

Apesar do despedimento de 130 trabalhadores, a Ara em Seia irá manter cerca de 550 postos de trabalho.

Facebook
Email
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Recomendado Para si

OFERTAS DE EMPREGO

No Content Available

Pub

Breves de Felgueiras

Disponível no Google Play

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

1111

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

2222

Partilhe as suas ideias, dicas ou opiniões…

Ajude-nos a fazer um trabalho cada vez melhor!

33

Colabore com o Felgueiras Magazine

Gosta de escrever, ou de fotografia ou de vídeo...

44

Anuncie no Felgueiras Magazine

Para além de promover a sua empresa, ajuda este projeto, feito por felgueirenses para Felgueiras!

felgueiras magazine Logo

Pub

Sabia que o Felgueiras Magazine tem um departamento de Marketing Digital?

– Criamos o seu site ou Loja Online com Design Inovador
– Gestão de Redes Sociais para Ampliar Seu Alcance
– SEO para Posicionar Sua Marca no Google
– Design Gráfico Criativo que Capta Atenção
– Vídeo e Fotografia para Histórias Memoráveis

Pub

Sabia que o Felgueiras Magazine tem um departamento de Marketing Digital?

– Criamos o seu site ou Loja Online com Design Inovador
– Gestão de Redes Sociais para Ampliar Seu Alcance
– SEO para Posicionar Sua Marca no Google
– Design Gráfico Criativo que Capta Atenção
– Vídeo e Fotografia para Histórias Memoráveis