Coronavírus parvo

Mário Adão Magalhães
Autor: Mário Adão Magalhães
Autor: Mário Adão Magalhães

Jornalista

Sair das ruas ou ficar em casa para deixar passar o Covid-19?

Se cada um fizer o que lhe compete já está a fazer muito por todos.

É inevitável falar do tema de ordem do mundo. O Covid-19.

Dá vontade, por estafa, escrever sobre outras matérias, mais ainda pelo incómodo que me causa os sem tecto que agora são ainda mais esquecidos por força da obrigação do confinamento, que não encontram a quem pedir um pão.

Também por isto não quero crer que ninguém os vê. Até porque convém que não haja conhecimento destes cidadãos.

O senhor Presidente da República agora não os vê, e, por causa disso, deixou de saber quantos são. Ficam por concluir os seus intentos de num tempo curto erradicar este problema social. (…).

Felgueiras, por mor das obras de reabilitação urbana, não andava longe da imagem “cidade fantasma”. Agora parece sitiada, ainda que sectores não fundamentais continuem a trabalhar – podíamos questionar o que realmente é recolhimento. Falo da indústria, já se lê. De resto quase nada bule. Nem quem teimava fazer as caminhadas.

Tudo nos mereceria profundas reflexões, ainda que pouco conclusivas. Porque Covid-19 é um inimigo inqualificável que se esconde e ataca todo um enorme mundo, tornando-se um pequeno lugarejo global que vivenciamos em tempo real. Mas os pontos de observação são susceptíveis de interpretações diferentes, ainda que vão dar ao mesmo.

Além do habitual, nas redes sociais, cada um é potencial jornalista, um opinador, a ver quem mais alarde cria. A verdadeira pandemia arrisca confrontar-se com a pandemia que é a inquietação, todo o stresse.

Isto é um pouco angular. Dizem-nos a esmo para não ocorrermos desaforadamente à procura de víveres. Que não vão faltar produtos essenciais. Mas cum diabo! Isto é tudo uma cadeizainha que deixa de funcionar sem um elozinho, com implicações fundamentais.

Já não estamos nos anos 60 ou 70, quando para construir uma casinha se comprava o terreninho para fazer a horta, trocando, muitas vezes, produtos por produtos e se ia sobrevivendo sem muita dignidade, é certo, mas sobrevivia. Hoje não.

Não vale atirar-nos areia para os olhos. Até diz-se-que-diz-se que os agricultores afirmam que não vão faltar alimentos. É garantido que os sectores imediatamente anteriores não faltam?

(Não pratico deliberadamente o chamado Acordo Ortográfico).

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recomendado Para si

felgueiras magazine Logo

Pub

WEBSITES A PARTIR DE 25€ POR MÊS!

Se a sua empresa não está no Google, está a perder clientes todos os dias.

Venha Falar Connosco. O café é por nossa conta!

Contacte já a Login e aproveite esta promoção!

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

1111

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

2222

Partilhe as suas ideias, dicas ou opiniões…

Ajude-nos a fazer um trabalho cada vez melhor!

33

Colabore com o Felgueiras Magazine

Gosta de escrever, ou de fotografia ou de vídeo...

44

Anuncie no Felgueiras Magazine

Para além de promover a sua empresa, ajuda este projeto, feito por felgueirenses para Felgueiras!

Soluções web

Somos uma divisão do Felgueiras Magazine. Marketing Digital é o que fazemos.

Sites e Lojas Online | Gestão de Redes Sociais | Publicidade no Google | Design Gráfico | Vídeo | Fotos e Vídeo a 360

https://web.felgueirasmagazine.pt | 255 331 160 | web@felgueirasmagazine.pt | Rua Nicolau Coelho, Edf. Cidade Eufrásia, 4610-300 Friande – Felgueiras

Sites e Lojas Online
Gestão de redes sociais
Logos e Catálogos
Vídeos institucionais e promocionais