fbpx

Conheça os 6 riscos da extração de lítio para a Quercus

Portugal é o país europeu com maiores reservas de lítio, mas a exploração deste material, imprescindível a telemóveis, computadores e à mobilidade elétrica, está longe de ser pacífica.
Seixoso

Pub.

A Login contribui para que este artigo seja de leitura gratuita para todos. Login: Agência criativa de marketing digital especializada na indústria da moda.

Visite-nos em www.login-alpha.pt

login alpha

Depois de na passada quarta-feira, dia 2 de fevereiro, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC), ter viabilizado a pesquisa e prospeção do lítio na zona do Seixoso-Vieiros, surge o debate acerca das vantagens e desvantagens da exploração deste minério.

O interesse pelo lítio português despertou em 2016, ano em que deram entrada 30 novos pedidos de prospeção e pesquisa deste metal, impulsionado pelo aumento da procura global devido à utilização nas baterias do automóvel elétrico. Desde então, várias associações ambientalistas, câmaras municipais e população já se pronunciaram contra a prospeção e exploração de lítio, com o Governo a defender, por outro lado, que este recurso é essencial para a transição energética.

O lítio, entre outras finalidades, é utilizado na indústria farmacêutica, pois o carbonato de lítio é usado no tratamento do transtorno bipolar, a fabricação de ligas metálicas nas indústrias aeroespaciais e automobilísticas, como fundente na atividade cerâmica e vidreira, e está ainda nas baterias dos dispositivos eletrónicos e carros elétricos.

No entanto, como qualquer outra operação de mineração a céu aberto, a extração do lítio tem impacto no ambiente. Através do seu programa Alerta Lítio, a Quercus- Organização Não Governamental do Ambiente (ONGA), apresenta as razões para pôr fim à corrida e exploração massiva de lítio em Portugal, destacando:

– Forte e grave intrusão/destruição na paisagem natural, com impactos diretos na memória coletiva das populações sobre a paisagem natural;

– Destruição dos ecossistemas e dos valores naturais muito elevados, quer através da destruição direta de habitats, quer através do procedimento/processos de extração, tratamento e transporte do minério;

– Libertação de partículas em grandes quantidades sobre a vegetação envolvente num grande raio de influência, bem como sobre as populações vizinhas das zonas de mineração;

– Impacto sobre os sistemas de aquíferos e linhas de água superficiais, com prejuízo para as culturas e capacidade de suprimento de água para a agricultura;

– Emissões de ruído elevadas com forte perturbação e impacto da matriz sonora da região, alteração da paisagem sonora;

– Sobrecarga de veículos pesados sob estradas nacionais, regionais e locais que não estão preparadas para tal, aumentando exponencialmente emissões poluentes no interior das povoações, poluição sonora e de vibrações.

Pub

Facebook
Email
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Recomendado Para si

OFERTAS DE EMPREGO

No Content Available

Pub

Disponível no Google Play

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

Envolva-se com o Felgueiras Magazine

1111

Subscreva a nossa Newsletter​

Receba semanalmente no seu endereço de e-mail as últimas notícias de Felgueiras e da região.

2222

Partilhe as suas ideias, dicas ou opiniões…

Ajude-nos a fazer um trabalho cada vez melhor!

33

Colabore com o Felgueiras Magazine

Gosta de escrever, ou de fotografia ou de vídeo...

44

Anuncie no Felgueiras Magazine

Para além de promover a sua empresa, ajuda este projeto, feito por felgueirenses para Felgueiras!

felgueiras magazine Logo

pub

pub

O SEU NEGÓCIO MERECE UMA LOJA ONLINE!

Somos uma divisão do Felgueiras Magazine. Marketing Digital é o que fazemos: seja uma loja online, um site, um logo ou gestão de redes sociais.

Confie no Felgueiras Magazine e visite-nos em https://web.felgueirasmagazine.pt

Pub